Profissionais da saúde orientam população no Dia Nacional de Combate ao Colesterol

09/08/2012 12:48

Carlos Eduardo Orácio

A Sociedade Brasileira de Colesterol – SBC está realizando nesta quarta-feira, o dia nacional de combate ao colesterol. O evento ocorre simultaneamente em todas as capitais do país e conta com a colaboração de acadêmicos e profissionais da Educação Física, Enfermagem e Nutrição.

Em Campo Grande, uma ação no Shopping Center Norte Sul está oferecendo à população orientações sobre os fatores de risco que possam levar a um alto índice de colesterol. Acadêmicos dos cursos de medicina, nutrição e enfermagem, da Uniderp e da UFMS, realizam exames de Índice de Massa Corporal (IMC), pressão e dão dicas de alimentação.

Conforme o diretor de saúde cardiovascular da SBC, Sérgio Augusto Monteiro Pinheiro, entre 200 e 300 pessoas devem ser orientadas no quiosque montado pela entidade. “Orientamos a população sobre a hipertensão e o sobrepeso, pois são fatores de risco que podem levar a uma alta taxa de colesterol.”, relata.

A Sociedade Brasileira de Colesterol – SBC está realizando nesta quarta-feira, o dia nacional de combate ao colesterol. O evento ocorre simultaneamente em todas as capitais do país e conta com a colaboração de acadêmicos e profissionais da Educação Física, Enfermagem e Nutrição.

Em Campo Grande, uma ação no Shopping Center Norte Sul está oferecendo à população orientações sobre os fatores de risco que possam levar a um alto índice de colesterol. Acadêmicos dos cursos de medicina, nutrição e enfermagem, da Uniderp e da UFMS, realizam exames de Índice de Massa Corporal (IMC), pressão e dão dicas de alimentação.

Conforme o diretor de saúde cardiovascular da SBC, Sérgio Augusto Monteiro Pinheiro, entre 200 e 300 pessoas devem ser orientadas no quiosque montado pela entidade. “Orientamos a população sobre a hipertensão e o sobrepeso, pois são fatores de risco que podem levar a uma alta taxa de colesterol.”, relata.

O cardiologista também orienta indica que, para uma parte das pessoas com colesterol elevado, ajustes na alimentação e uma rotina de exercícios são suficientes.

A Sesau – Secretaria Municipal de Saúde, também disponibilizou profissionais para realizarem avaliações na população. “Estamos com sete profissionais de diversas áreas que fazem avaliação e dão dicas quanto à alimentação e vida saudável.”, disse Enelita Mazon, gerente do programa de atividades físicas da Sesau.

Segundo estudo da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), 44% da população na faixa etária entre 2 e 9 anos já possui alterações nos níveis de colesterol.

Dados da SBC indicam que seus benefícios, em termos de redução da incidência de doenças cardiovasculares, podem alcançar 44% de eficiência.

Sobre o colesterol

O colesterol é um tipo de gordura cuja fabricação é originada 70% pelo próprio corpo e 30% pela dieta. Ele contribui para o bom funcionamento do organismo, atuando na produção de hormônios, vitamina D e ácidos biliares que auxiliam na digestão das gorduras. Mas, em excesso, ele pode se depositar nas paredes das artérias, podendo causar complicações graves, como a aterosclerose.

O controle das taxas de colesterol é fundamental para a prevenção de doenças cardiovasculares. Dados divulgados pelo Ministério da Saúde indicam que essas enfermidades são responsáveis por 33% dos óbitos no Brasil. Cartilha

A cartilha ‘Brasil – Colesterol na Meta’ está sendo distribuída em praças, shoppings centers, estações rodoviárias e metroviárias, bem como na Unidades Basicas de Saúde do SUS. O folder serve de alerta à população para o perigo do colesterol elevado que, embora não cause sintoma perceptível, está na origem do imenso número de infartos e derrames que ocorrem no país.

Além dos cuidados com a saúde, orientação alimentar, a cartilha mostra que o consumo de duas colheres de azeite de oliveira por dia na salada, um copo de leite ou de iogurte, mesmo para adultos, um tomate, suco de uva, aveia ou soja, ajudam a reduzir os índices de colesterol e propiciam uma vida mais saudável. E ao consumir peixes, soja, sementes de linhaça e frutas, as pessoas reduzem naturalmente a quantidade de frituras e de carnes gordas que ingerem, o que também beneficia a saúde e contribui para aumentar a longevidade.

Além dos cuidados com a saúde, orientação alimentar, a cartilha mostra que o consumo de duas colheres de azeite de oliveira por dia na salada, um copo de leite ou de iogurte, mesmo para adultos, um tomate, suco de uva, aveia ou soja, ajudam a reduzir os índices de colesterol e propiciam uma vida mais saudável. E ao consumir peixes, soja, sementes de linhaça e frutas, as pessoas reduzem naturalmente a quantidade de frituras e de carnes gordas que ingerem, o que também beneficia a saúde e contribui para aumentar a longevidade.

FONTE: Midiamaxnews

http://www.midiamax.com/noticias/810690-profissionais+saude+orientam+populacao+dia+nacional+combate+ao+colesterol.html